Tag: projetos de escadas residenciais

21 de agosto de 2013   Publicado por: Garante Floriano

Conheça os tipos de escadas e escolha a melhor opção para sua obra

Largura, inclinação, dimensões dos degraus, entre outros fatores, são fundamentais para o conforto ergonômico da sua escada

A melhor forma de decidir que tipo de escada é a mais adequada para determinada obra é reunir o máximo de informações possíveis. As dúvidas de quem está construindo são quase sempre as mesmas: quantos patamares? Qual a medida ideal de cada degrau para que a pisada fique confortável? Qual o melhor e mais bonito tipo de corrimão? Qual o modelo mais barato?

O projeto de uma escada é sempre feito em função do tipo do imóvel e da sua utilização. Assim, uma escada em uma escola infantil deve ter características diferentes das de uma escada em uma casa de praia, por exemplo. Em um local público, como um restaurante, não se deve adotar os mesmos critérios de dimensionamento para a escada principal utilizada pelos clientes e para a escada de serviço que acessa um depósito. Dessa forma, é responsabilidade do autor do projeto especificar itens como: largura, inclinação, dimensões dos degraus, posicionamento no ambiente, tipo e material dos corrimãos, entre outros, levando em conta, sempre, o usuário final da escada.

Os projetos dependem de inúmeras variáveis, dentre elas o tipo de escada, os materiais utilizados, o tamanho, o local da instalação e o acabamento entre outras coisas. Mas, segundo a empresa Só Escadas, é possível construir escadas a partir de R$3 mil.

As principais estruturas são as de aço, madeira, ferro e concreto. Sendo que a de aço inoxidável é a mais cara e a de concreto, a mais barata. Existem também algumas que são uma mistura de vidro, granito, mármore, madeira e borracha.

Os degraus podem ser revestidos com mármore, granito, madeira, vidro etc. A escada pode ser pintada com látex, tinta acrílica, resina acrílica para concreto e outras tintas, de acordo com o ambiente onde estiver instalada.

Uma faixa de ergonomia possível e recomendável é altura de um degrau para o outro de 17 a 19 cm (espelho da escada). A largura acima de 80 cm é considerada bem confortável. E a largura da pisada indicada é a partir de 25 cm.

Conheça abaixo as diferentes formas que a escada pode ter:

 - Retas em “L” ou em “U”: Escadas retas, quando divididas em trechos, podem assumir outras formas. Na linguagem coloquial de construtores são chamadas escadas em “L” ou em “U”.

Essa denominação se refere ao formato que a escada tem quando vista em planta (de cima para baixo). Assim, uma escada em “L”, nada mais é do que uma escada reta que interrompe sua subida com um patamar ou degraus em leque e reinicia em outro sentido formando a letra “L”. O mesmo se aplica para escadas em “U”. O formato mais comum de escada em “U” tem um trecho reto de seis ou sete degraus, um patamar com o dobro da largura da escada e um novo trecho igual no sentido contrário ao primeiro.

- Circulares: É o formato mais suntuoso e impactante. Suas linhas e curvas, quando bem desenhadas, a transformam em uma escultura flutuante. Fica ainda mais interessante quando se pode observá-la à distância e enxergar todo o conjunto. Em função dessas características, ela é invariavelmente especificada para locais amplos e com grande visibilidade, como lobby de hotéis, recepções de empresas e residências de alto padrão, entre outros.

- Caracol: As escadas caracol tiveram seu uso muito difundido em função da economia de espaço que proporcionam. A falta de critério em alguns projetos e a economia de espaço sem limites, levaram a exageros. Muitas escadas sem dimensões mínimas para o usuário se movimentar foram fabricadas. Para algumas pessoas, a imagem de insegurança e desconforto está relacionada ao tipo da escada, mas, na verdade, qualquer escada pode ficar perigosa e desconfortável quando o projeto não é bom.

O diâmetro mínimo de uma escada caracol é de 1,20 m e requer um vão (recorte na laje para instalação da escada) quadrado ou redondo de 1,30 m. Esse diâmetro de escada normalmente é instalado em um local de acesso esporádico, por onde não existe a necessidade de transportar volumes. Com mais espaço disponível e a necessidade de ter um acesso melhor ao pavimento superior, o diâmetro do caracol pode e deve ser aumentado.

O vão necessário para instalação de uma escada caracol pode ser circular ou quadrado. A escada será sempre cerca de 10 centímetros menor que o espaço recortado na laje. Assim, um imóvel que tenha um vão de 150 x 150 cm receberá uma escada de diâmetro externo de 140 cm. Essa diferença é necessária para criar um espaço para passagem de mão quando o corrimão tangencia as paredes inferiores ou a espessura da laje.

 - Semicaracol: Trata-se da união de uma escada reta com uma escada caracol. O objetivo é associar as características positivas dos dois formatos. Normalmente o trecho em caracol está na parte inferior da escada e o trecho reto está na parte superior. Existe também a possibilidade de fazer um trecho em caracol intermediário, iniciando-se a escada com um trecho reto, fazendo-se uma curva de 180 graus com seis ou sete degraus em caracol e finalizando-se com um trecho reto na parte superior. A escada semicaracol é particularmente interessante em reformas. Com ela, é possível substituir uma escada convencional em alvenaria em “L” ou “U” sem alterar o formato do vão recortado na laje. A escada semicaracol ocupará menos espaço que sua antecessora, trará mais leveza e design ao ambiente e não implicará em reformas estruturais no imóvel.

- Santos Dumont: A escada tipo Santos Dumont é basicamente uma escada reta de inclinação acentuada. Para melhorar a ergonomia do usuário, os degraus são recortados ora à direita, ora à esquerda. Assim, apesar da inclinação, o movimento para acessar o degrau subsequente é facilitado pela reentrância do degrau anterior. Esse tipo de escada é particularmente útil em locais onde o trânsito de pessoas é pequeno ou, ainda, onde o espaço é muito restrito. Como o objetivo primeiro desse modelo é economizar espaço, a escada tipo Santos Dumont é geralmente concebida estreita, com largura não superior a 75 centímetros. Larguras entre 60 e 70 centímetros são mais comuns.

Fonte: Imóvel Web

sem comentários publicado em: Notícias